As 6 tendências para as mídias sociais

24 11 2009

As 6 tendências para as mídias sociais.

  • Meios de comunicação sociais começarão a parecer menos sociais. Pode ser estranho, mas com a facilidade de se criar grupos, listas e redes de nicho popularizando cada vez mais as redes podem começar a tornar-se mais “exclusivas”. Nem todos conseguem acompanhar todas as informações veiculdas nas suas redes de relacionamento o que acaba criando muito “ruído” na comunicação. Talvez não se tornarão menos sociais, mas pode ser que as pessoas comecem a procurar a chegar a um acordo quanto a obtenção de valor nas redes através da filtragem da desordem;
  • Empresas começaram a investir em relacionamento com clientes através das midias sociais. Há relativamente poucas grandes empresas que têm escala iniciativas sociais para além do marketing one-off ou iniciativas de comunicação. Empresas como Best Buy já deslocaram centenas de funcionários para prestar apoio aos seus clientes pelo Twitter. Aqui no Brasil, já é mais do que conhecido o sucesso da Tecnisa no uso de redes sociais para realizar promoções. Este é um sinal de que no próximo ano as empresas voltarão mais seus olhares para descobrir as economias ou servir os clientes de forma mais eficaz através de alavancagem de tecnologias sociais;
  • Investir em social business ganha cada vez mais importância : Os participantes são incentivados e recompensados através de maiores níveis de participação. Como os participantes da sua rede não tem vinculo com sua empresa, eles podem facilmente abandonar sua rede e ir para concorrência. Nesse caso, a alternativa é procurar formas de incentivar a atividade dentro das redes internas e externas de forma a mante-las o maior tempo possível;
  • Sua empresa terá uma política de comunicação social : Se a empresa onde você trabalha ainda não tem uma política de comunicação social em vigor, com regras específicas de participação em várias redes, é provável que você verá algo formalizado sobre como a sua empresa participará nessas mídias sociais;
  • Mobilidade torna-se a salvação para as mídias sociais : Com cerca de 70 por cento das organizações proibindo o uso de redes sociais e, simultaneamente, as vendas de smartphones em ascensão, é provável que os trabalhadores procurarão alimentar seus vícios de mídia social em seus dispositivos móveis. Como resultado, podemos ver mais melhorias nas versões móveis de nossa droga social favorita;
  • Compartilhamento não significa mais e-mail : O jornal New York Times desenvolveu um aplicativo para Iphone que adiciona a funcionalidade de partilha, que permite ao usuário facilmente transmitir um artigo através de redes como o Facebook e o Twitter. Muitos sites já suportam esta funcionalidade, mas é provável que veremos um aumento no comportamento do usuário conforme se torna mais popular para as pessoas compartilharem com as redes assim como elas costumavam fazer com listas de e-mail;

Além das seis tendências acima citadas, recomendo que vocês assistam a entrevista que o Diretor de marketing da IBM, Mauro Segura, concedeu ao jornalista Heródoto Barbeiro no programa “Mundo Corporativo” da Rádio CBN durante a realização da FutureCom 2009. Para quem não se lembra do Mauro, foi ele que apresentou, durante o evento Digital Age, as 10 razões para se adotar redes sociais dentro das empresas.

Fonte: http://alphagraphics.ning.com/profiles/blogs/6-trends-em-midias-sociais

Anúncios




Tudo sobre Publicidade Online

14 11 2009

pic204

O Google lança nessa semana o portal www.TudoSobreGoogle.com.br, que tem o objetivo de levar informações segmentadas de como o público pode tirar o máximo de proveito de soluções de publicidade online da empresa.
Concebido em formato de jornal eletrônico, o site é dividido em três áreas diferentes, com conteúdo específico para quem ainda não é cliente, para os que já são e outro destinado aos profissionais que trabalham em agências de publicidade.
“O Google tem muitas fontes de informações sobre o AdWords. Nossa missão com a criação do jornal é consolidar tudo em um único espaço para ajudar quem tiver interesse a acessar assuntos de forma mais precisa”, diz João Bortone, Diretor de Marketing do Google Brasil. “Esperamos auxiliar nossos clientes a explorar de forma mais eficaz o potencial da Internet e levar as informações mais relevantes do Google e de seus produtos.”
O jornal oferece diferentes formatos informativos: vídeos, entrevistas, artigos, blogs, cases de sucesso, fóruns, newsletters, informações de cursos, entre outros. O objetivo foi desenvolver conteúdos que munissem o público com as principais novidades e exemplos de êxito de empresas – pequenas, médias e grandes – que aderiram às plataformas de anúncios do Google e obtiveram resultados expressivos.
No caso das agências de publicidade, que já utilizam os recursos do Google, o conteúdo é mais específico, com informações para auxiliar no desenvolvimento de novos negócios para as agências e na criação de campanhas mais eficazes. Além disso, há uma área de FAQ, estudos e pesquisas que disponibiliza dados sobre o perfil dos consumidores de diversos segmentos.
Fonte: Adnews





Twitter: O que é e pra que serve?

25 08 2009

Por Acauã Pyatã (2º semestre – CS2P34 – Darwin)

Estive acompanhando durante algum tempo a falta de intimidade e desconhecimento de alguns colegas do curso de comunicação social quanto a uma das maiores febres que alastra as pessoas no momento, que é uma forma de nova mídia conhecida como o Twitter. muitas delas não sabem o que é nem para que serve, por isso decidi postar aqui um vídeo simples que traz todos os conceitos básicos do que se trata.