Outros caminhos. Outros projetos.

13 04 2012

Olá caros leitores do Galo da Pan. Bom, o blog foi descontinuado já tem mais de um ano, e como está escrito no post anterior, começamos um novo projeto intitulado Galofone, mas por alguns motivos estruturais, o Galofone encontra-se fora do ar por tempo indeterminado. Devido o grande número de visitas que este blog ainda tem e em respeito aos nossos leitores, vamos por aqui o link para os nossos outros projetos, pois apesar da descontinuação deste blog e do temporário problema com o Galofone, nossos blogs pessoais ainda estão muito ativos, sempre mostrando bons conteúdos e informações valiosas.

Diego Paes (Acauã Pyatã)

O nosso amigo Acauã Pyatã, agora gosta de ser chamado pelo nome de Diego Paes (seu verdadeiro nome). Esteve trabalhando na área de comunicação digital e redes sociais. Como um bom compartilhador de informação, agora ele compartilha todo o seu conhecimento adquirido na área digital em seu novo blog e na sua fanpage no Facebook.

Blog – diegopaes.com.br

Fanpage – Diego Paes Publicitário

Willy Renan (quem vos fala)

Eu andei trabalhando como freela e também tive uma experiência dentro de uma agência. Adquiri muito conhecimento do mercado e da publicidade. Criei alguns projetos e me tornei pesquisador da criatividade humana em vários campo, mais claro, principalmente na área de comunicação. Ando estudando muito para o meu TCC (PREX), mas ainda encontro tempo para escrever em dois blogs e ainda alimentar a minha fanpage.

Blog 1 – willyrenan.wordpress.com

Blog 2 –veropublicitario.wordpress.com

Fanpage – Willy Renan Publicitário & Designer

Você pode conferir os nosso novos projeto, a mesma qualidade de sempre. Aproveite.

Não querendo alimentar nada, mas quem sabe o Galo da Pan não volta?

Anúncios




Tudo tem um fim e um recomeço.

22 04 2010

Olá caros amigos leitores do Galo da Pan, venho aqui para comunicar a vocês que este blog está no seu fim. O Galo da Pan foi um belo projeto, pois foi através dele que simples alunos puderam se expressar a respeito de temas relacionado com a área de estudo, mas por motivos de conflitos, decidiu-se dar uma nova cara ao projeto, que estava sendo associado diretamente como um projeto do curso de Comunicação Social da faculdade a qual os alunos pertencem, criando um vinculo institucional irreal. O projeto foi criado e conduzido até então sem o auxilio do curso ou da faculdade. Viu-se a necessidade de continuar o projeto, agora com identidade própria.

E com o propósito de ampliar o projeto inicial foi criado o Galofone, que continuará discutindo a comunicação, porém de uma forma mais séria e madura, onde a comunicação social e a publicidade não serão mais o foco somente. Nessa nova empreitada a comunicação será vista e analisada de forma mais ampla, onde áreas de interesses relacionados, diretas ou indiretamente, serão abordadas com zelo e competência pelos novos colunistas, que por sinal são excelentes blogueiros e darão a maior força nesse novo capítulo que escreveremos.

Por tanto prepare a sua mente e o seu ouvido, porque o novo GALOFONE vai cacarejar mais alto do que nunca para anunciar, com a amplitude do seu megafone,o raiar de uma nova era para a comunicação, onde a mesma não será só vista como meio de lucrar, mas também como um instrumento de união social.

Sejam bem-vindos ao GALOFONE.

Acessem o GALOFONE

Obrigado a todos aos nossos leitores que fizeram desse blog um sucesso.

Willy Renan

Acessem Renan 2.0





Descobrindo O Fogo

22 03 2010

Um grupo de homens primitivos depara-se com um artefato tecnológico vindo do futuro. Naquele momento eles não sabiam, mas aquele objeto mudaria o rumo das suas vidas e de toda a humanidade, ocasionando a maior descoberta humana.

Vídeo criado para o Concurso Claro Curtas 2010, com o tema: Ser Digital. Utilizamos para a edição de vídeo Windows Movie Maker e para a edição de áudio Audacity.

Elenco: Willy Renan Câmara Figueirêdo, Rômulo Cezar Figueirêdo Matos e Denis Henrique Bastos Muniz
Roteiro: Denis H.B. Muniz e Willy Renan C.F.
Edição: Romulo C.F. Matos e Rafael B.S e Silva
Edição de Áudio: Adriano H.B. Muniz e Denis H.B. Muniz
Produção: Willy Renan C.F., Romulo C.F. Matos, Denis H.B.Muniz, Adriano H.B. Muniz, Rafael B.S. e Silva e Felix Carvalho.
Contrarregra: Felix Carvalho
Direção de Fotografia: Adriano Henrique de Bastos Muniz
Direção: Willy Renan Câmara Figueirêdo.
O vídeo não foi selecionado para ficar entre os cem finalistas do Festival, mas nem sempre a genialidade é recompensada com o reconhecimento. Assistam e tirem as suas próprias conclusões.





Um Rato de Muita Força!!

25 01 2010

Nessas minhas noites de insônia resolvi dar uma navegada na net e acabei encontrando um filme muito bacana, aparentemente é para uma marca de queijo, mas não é! É na verdade um filme de um tal de John Nolan, um especialista na arte da Animatrônica ([do inglês animatronics], técnica que consiste no uso de eletrônica e robótica em bonecos ou fantoches mecanizados para que pareçam ter vida).
O filme é muito criativo, mais que muitos que vendem queijo por aí!
Agora vejam o vídeo:

Vídeo garimpado por Willy Renan (CSPP – HIDRA – FAPAN)





Papai Noel foi inventado pela Coca-Cola. Mito ou Realidade?

24 12 2009

Papai Noel bebe Coca-Cola

Há muito tempo que já ouço essa história de que o Papai Noel foi inventado pela maior empresa de refrigerantes do mundo: A Coca-Cola Company. E que toda aquela história de duendes, renas, trenó, casa no Pólo Norte e chaminés era tudo uma jogada de marketing. E, diga-se de passagem, que GENIAL jogada de marketing. Mas vamos aos fatos.

Na verdade a história do bom velhinho é inspirada em São Nicolau, que foi arcebispo de Mira na Turquia, no século IV. Esse cara aí tinha o costume de dar presentes e de ajudar os mais necessitados, e em sua homenagem, criou-se o costume de distribuir presentes no mês de dezembro, o mês do seu aniversário.

Ta! E onde entra a Coca-Cola nisso? Até a década de 30 o Noel tinha várias formas de ser representado: Duende, elfo, gnomo, entre outras. E não havia nenhuma semelhança com o velhinho sorridente e rechonchudo dos dias atuais. Mas em 1931, com uma bela jogada de marketing, na tentativa de promover o consumo da bebida no inverno (período em que as vendas da bebida eram baixas na época), a Coca-Cola fez uma campanha que fez um enorme sucesso. A empresa contratou Haddon Sundblon para recriar o Papai Noel, dando-lhe uma feição mais humana. Haddon se inspirou na versão criada por Thomas Nast (famoso cartunista alemão, considerado um dos pais da charge política americana). E o aspecto genial da campanha foi de empregar as cores da marca na roupa da personagem. Por que vocês ainda não haviam notado? Isso não foi mera coincidência, foi uma grande estratégia.

A imagem do “novo” Papai Noel se espalhou rapidamente pelo mundo devido à força da marca, e isso ocasionou em uma padronização da imagem da personagem.

E os outros aspectos da vida do bom velhinho foram tirados de várias referências: O trenó e as renas são, provavelmente, contribuição escandinava. O cachimbo e a chaminé, idéias holandesas. A casa no Pólo Norte norte-americana. Agora, o que ninguém consegue explicar é de onde vieram os duendes que ajudam o Papai Noel.

Enfim, podemos dizer que a Coca-Cola foi a grande responsável por colocar no consciente das pessoas a tão famosa imagem do bom velhinho.

Tinha que ser coisa de Coca-Cola mesmo!

Feliz Natal. hohohoooooo

Artigo retirado na integra do Blog do Renan http://willyrenan.wordpress.com/





Kaspershy Lab

24 12 2009

Fuçando a internet achei algo interessante, dois vídeos virais da Kaspershy Lab, a empresa que produz o Kaspershy Anti-Virus e Internet Security. Vejam só que interessante.

Vídeos garimpados por Acauã Pyatã





Vem ai o twitter em português.

9 12 2009

Segundo o co-fundador do Twitter, Evan Willians, o serviço de microblog terá a sua versão em português no começo de 2010. Em uma entrevista, Williams disse que a tradução estará pronta já no início de 2010, mas não mencionou uma data específica para o lançamento da nova versão.
O Brasil já é o 5º país com maior número de perfis, nada mais justo que tenha a versão em português (no momento o Twitter só possui versões em inglês, francês, espanhol e japonês).
Então fica o aviso aos twitteiros de Platão.
Valeu e um abraço.

Nota escrita por Willy Renan