ASLAN estréia Aventura

10 04 2009

Neste final de semana o curso de idiomas ASLAN estará estreando o seu novo filme institucional com direção de 01 minuto e 01 segundo intitulado Aventura. O vídeo foi produzido pela Imagem Produções, com criação da Bastos Propaganda. O filme estará sendo exibido nas salas de cinema do ASLAN e envolveu cerca de 50 profissionais como designers, artistas, animadores e outros. Importante salientar que ele também foi produzido em HD. Na seqüência, o link para poder assistir o vídeo.

Clique aqui para assistir!





Vai de brócolis

6 04 2009

Bom, caros colegas da PAN, alguns de vocês que param na frente da TV com certeza ja devem ter atentado para um comercial que ao meu ver, embora não muito criativo, mas la de uma certa forma, interessante por assim dizer, por despertar a curiosidade do publico que assiste, acaba por prendendo a atenção, valendo a pena salientar que este recurso é digno de nota. Pena que faltou apenas o filme ser mais trabalhado, pois o mesmo parece sem nexo e tem a mensagem principal camuflada, deixando a sensação de “???”.

O comercial do Brócolis foi encomendado pelo Instituto Movere, que é uma ONG que conta com o patrocínio de grandes empresas de São Paulo, e essa OND combate a obesidade infantil, se valendo de um argumento que salienta a importância dos legumes na refeição das crianças como um elemento que realmente é fator decisivo quanto substituição alimentar saudável as opções mais pesadas e gordurosas. Pois bem, vamos ao filme. Em seguida a ficha técnica.

Título: Brócolis
Cliente: Instituto Movere
Agência: 11|21
Criação: Gustavo Bastos
Direção de Criação: Gustavo Bastos
Produtora: Proview Produções Ltda.
Direção: Glauco Kuhnert / Gustavo Bastos
Atendimento produtora: Ana Paula Hildebrandt
Edição: Julia Favoreto
Sonorização: Proview Produções Ltda.
Aprovação: Ivo Mortani Jr.
1ª Veiculação: 15 / 03 / 2009





Executiva Nacional de Estudantes de Comunicação Social

1 04 2009

logo_enecosA ENECOS, como é hoje, surgiu em 1991, mas a idéia de uma organização nacional dos estudantes de comunicação social não é nova. Executivas – ou apenas comissões organizadoras de encontros nacionais – existem desde a criação dos cursos. A primeira organização deste tipo que se tem notícia é dos anos 70. De lá até hoje, essa organização nacional tem sido irregular e conturbada, passando por fases de muita discussão e disputa política ou de completa desarticulação.
O importante é que a ENECOS tem o papel de aglutinar e representar os estudantes de Comunicação do país em torno de várias questões levantadas e que costumamos chamar de nossas bandeiras de luta: a Democratização da Comunicação, a Qualidade de Formação do Comunicador Social e o Combate às Opressões.
Além de articular a luta dos estudantes, a Enecos organiza encontros de comunicação, que são os espaços onde podemos trocar idéias e organizar atividades em conjunto com pessoas do país inteiro. Fora o Enecom, existe também o Cobrecos, o Conecom e os Erecom’s. Como o Brasil é muito grande e tem muitas escolas de comunicação, a Enecos divide o país por regionais a fim de facilitar o contato com elas. Além das regionais, a atuação do Movimento Estudantil de Comunicação (MECom) também acontece através dos Centros ou Diretórios Acadêmicos (CAs/Das) e dos Coletivos.
Lembramos que a Enecos possui Grupos de Estudo e Trabalho (GET’s), que são grupos que estudam e produzem material sobre as nossas bandeiras de luta.

A criação dos Grupos de Estudo e trabalho da Enecos ocorreu em 2001, durante o Cobrecos realizado em São Paulo. Estes grupos têm o objetivo de agregar estudantes interessados em estudar, debater e elaborar ações que coloquem em prática as propostas de tranformação social construídas pelo MECom. O trabalho dos GETs é desenvolvido via Internet, através das listas de discussão e das conversas virtuais que são organizadas pelos integrantes de cada grupo. Os encontros ao vivo ocorrem apenas durante os já citados encontros que a Enecos promove ao longo do ano. Qualquer estudante pode participar de quantos GEts quiserem, mas é importante conseguir acompanhar os debates e participar ativamente da construção das ações.

Fonte: http://www.erecom.ufpa.br/enecos.htm