Novo comercial Ice Duelo Night

16 10 2009

Criação da DC3…

Anúncios




A comunicação na boca do povo

17 03 2009

Por Acauã Pyatã

(CSPP – Turma Darwin – 1º Semestre – Noite)

propaganda_belem_blogUm dia qualquer destes passeando pelas saudosas ruas do comércio de nossa amada metrópole da Amazônia estive colocando meu olhar sobre um fato cotidiano que a muitos parece desapercebido, mas para nós, futuros comunicólogos, deve ser objeto de constante analise e estudo. Estive observando a forma como a comunicação se dá e ocorre no meio popular, e pude notar que das mais variadas formas, sejam ela oral, em suas várias formas, seja ela por gestos, sons ou simplesmente olhares, pude notar que nosso povo possui características singulares na forma de se comunicar.

Um grande exemplo disso é a forma de chamar a atenção de alguém com o assovio, isso mesmo, aqui temos o costume freqüente de chamar alguém, mesmo que esta pessoa esteja relativamente perto emitindo um assovio, e o mais interessante, obedecendo padrões que variam de pessoa para pessoa, seja emissor ou receptor. Andando pela praça da república percebi um vendedor de lanches, desses que anda de bicicleta por ai, sinalizando para um que estava no meio da praça (a praça é grande acredite) com o assovio, e ao chamar a atenção de outro, que estava menos distante mas para o lado esquerdo da praça em relação ao emissor, ele executou a mesma forma de comunicação, contudo, com um método diferente, e ambos receptores, responderam também com formas de assovio diferentes. Com isso percebi que o assovio varia do emissor e também varia na forma de acordo com o receptor alvo, e o mais incrível, eles se compreendem.

Um outro método muito interessante de comunicação é aquele usado frequentemente por colegiais e adolescentes, em especial garotas. Vocês em algum momento já tiveram a impressão de estar boiando enquanto duas amigas tuas se olham e gesticulam com a sobrancelha? Pois então, talvez não percebamos, mas de uma forma quase telepática elas conseguem apenas com expressões faciais mínimas traçar um dialogo em que uma mensagem é transmitida por uma das partes e a outra recebe e compreende, chegando a responder inclusive, em especial quando o assunto é aquele tipo de coisa de garotas. Nós homens também fazemos isso, mas geralmente para sinalizar quando outro está dando uma “mancada” ou para informar que existe “colírio” passando (risos).

As formas de comunicação popular são muito diversas e variadas, algumas sendo extremamente simples de entender mais difíceis de explicar, como algumas formas de se tocar alguém por exemplo, e estes fatores nunca devem ser ignorados pois fazem parte de um nicho muito vasto a ser pesquisado e compreendido por nós, que somos estudantes desse maravilhoso e em constante modificação que é o mundo da comunicação. O homem começa se comunicando por sons, no primórdio da humanidade, depois por signos, e mais tarde o conjunto de sons e signos ganham uma formatação que gera fonemas, e desde então a coisa tem evoluído até o ponto que estamos hoje.

A comunicação como instrumento de movimentação e influencia popular se mostra uma ferramenta incrível, e indispensável, pois sem ela nenhuma outra tentativa de ação social ou de movimento seria possível, pois está é a ferramenta máxima e absoluta para a modificação do meio comum e social e sua melhoria. Imagine você como idéias e conceitos seriam transmitidos se p1010444não houver comunicação. A comunicação como ferramenta de melhoria social deve ser encarada como a chave para o inicio de uma cadeia de processos para a promoção social, uma vez que é justamente a comunicação que irá carregar os conceitos e idéias que serão absorvidos pelos receptores. Podemos perceber o forte poder e influencia que isso possui no dia a dia de nosso povo, não indo muito longe, pois o que de fato interessa aqui é discutir todos os temas dentro da esfera regional em especial.

Podemos observar a exemplo, a forma como no acostamento da av. Pedro Alvares Cabral vendedores de frango assado ao forno disputam os consumidores que encostam seus carros no acostamento para comprar um frango, e poderemos notar que o que vence a venda é aquele que se comunica de forma mais rápida, sucinta, criativa e exata. O povo em si tem o dom da comunicação e da propaganda popular, embora isso não seja reconhecido devido não serem empregadas técnicas conhecidas por nós que somos estudantes como consagradas, contudo a comunicação popular atinge a massa e se faz compreender de forma muito mais efetiva que qualquer anuncio em TV, rádio ou cartaz, pois o povo é para o povo, com o povo e pelo povo, o que nos revela cada vez mais que comunicação não é apenas uma questão de boa expressão e colocação, mas apenas um conceito que se emprega para definir, especialmente na forma popular, aquilo que eu posso transmitir de mim para você de forma clara ou subjetiva. E viva ao nosso povo! Até o próximo artigo.