O Efeito das Cores na Mente Humana.

2 02 2010

Um novo estudo da University of British Columbia esclarece um debate que vem sendo travado há tempos por psicólogos e publicitários – que cor torna o cliente mais receptivo à propaganda? Azul ou vermelho?

Aparentemente, ambas as cores podem produzir o efeito. Tudo depende da mensagem que a propaganda deseja passar. O estudo, que pode ter, também, um impacto significativo em design de interiores, diz que o vermelho deve ser usado para atrair a atenção do consumidor a detalhes. O azul, por sua vez, estimula a criatividade.

“Tanto o azul como o vermelho foram considerados capazes de aumentar a capacidade cognitiva, em estudos anteriores” explica Juliet Zhu, professora da faculdade de administração da University of British Columbia. “No entanto, não podíamos dizer qual proporcionava um efeito maior. Agora sabemos que depende da mensagem que queremos passar” completa.

O estudo realizou testes cognitivos em 600 voluntários. Perguntas eram feitas em computadores – e a tela de fundo do programa era azul, vermelha ou branca.

O vermelho apresentou mais resultados positivos em tarefas que exigiam atenção a pequenos detalhes, ou uma leitura mais minuciosa (comparado com o azul, 31% a mais de acertos). Já o azul proporcionou mais acertos em situações que exigiam brainstorming, demonstrações de criatividade – usuários da tela azul tinham redações muito mais criativas do que os de tela vermelha.

“Graças a sinais de trânsito, ambulâncias e às canetas vermelhas dos professores, associamos essa cor a perigo, necessidade de atenção. Tomamos mais cuidado antes de responder algo, quando estamos expostos ao vermelho. Nos tornamos mais vigilantes” afirma Zhu.

“O azul é associado ao céu, ao oceano e à água. Sendo assim, as pessoas relacionam a cor à calma e à amplitude. O azul nos auxilia a deixar o óbvio e buscar soluções criativas” explica a professora.

Para estudar o impacto que essas descobertas têm na publicidade, os pesquisadores utilizaram uma série de propagandas e produtos fictícios, coloridos, e viram quais eram as reações dos consumidores diante deles. Os resultados foram impressionantes e confirmaram o que foi concluído das pesquisas anteriores.

Se o produto for uma pasta de dente, por exemplo, a cor vermelha na embalagem deixa as pessoas atentas para a especificação do produto – se ele é usado para combater cáries, placa, gengivite. Quando o azul era a cor predominante da embalagem, os voluntários ficavam mais atentos à questões estéticas, como clareamento dental e refrescância.

Notícia garimpada por Willy Renan direto do blog Insoonia: http://www.insoonia.com/

Na dúvida faz de roxo(risos)…brincadeira.

Anúncios

Ações

Information

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: