O que é e como se faze ruma resenha

22 05 2009

 

Por Acauã Pyatã (CS1P34 Darwin – CSPP – 1º Semestre)

Olá pessoal, depois de algum tempo parado de escrever por aqui devido várias questões eu voltei, desta vez não com um tema diretamente relacionado as questões sociais e politicas relacionadas ao curso, mas a algo bem pratico e técnico com relação ao mesmo. Conversando com alguns colegas meus também calouros pude perceber algumas dificuldades que se revelam através do avançar do semestre, dificuldades que tudo bem, não deveriam haver por serem coisas básicas que se aprende no ensino médio, mas isto agora não importa, por isso vamos direto ao tema: Resenha.

Muitas vezes alguns alunos me perguntaram o que é uma resenha? como se faz isso? É uma redação dissertativa? Tem que ter título? Quais as regras vigentes para a resenha? Então vamos lá.

Resenha é um gênero textual, uma forma bem especifica e característica de texto, que tem por objetiuvo apresentar uma sintaxe de algum elemento cultural, seja um livro, um filme, uma música, shows, peças teatrais, exposições de artes plásticas e etc. O objetivo da resenha é produzir um texto que será voltado a outras pessoas, isso mesmo, uma especie de release, síntese de algo de forma direta, resumitiva mas principalmente clara, a fim de guiar o leitor pelo emaranhado que é muitas obras, oua até mesmo das mais simples, fazendo com que ele perceba, dentro da proposta dada, seja ela explicativa, critica e etc.

Como uma síntese, a resenha deve ir direto ao ponto, mesclando momentos de pura descrição com momentos de crítica direta (dissertação). O resenhista que conseguir equilibrar perfeitamente esses dois pontos terá escrito a resenha ideal.

Contudo, deve-se observar com cuidado, por se tratar de um gênero textual direto e necessariamente breve, para não se cometer o erro de ser por vezes, superficial demais, tendo que mostrar em seu conteúdo acerca do elemento alvo da resenha, seus pontos forte, altos e principalmente criticas e argumentos acerca de determinados pontos, evitando-se sempre também utilização de expressões extremamente intimista como “eu gostei/eu não gostei”, “na minha opinião”, “eu acho que” e etc. Embora a resenha contenha outro gênero, que é a dissertação, lembre-se que se trata d eum texto que deve ser construído visando alguem ou várias pessoas, logo deve possuir em sua construção a intencionalidade de expor o elemento alvo sob sua ótica de forma realmente4 critica e analista, mas não em um contexto tão intimista.

Agora que já descobrimos o que é uma resenha, embora ainda não tenhamos falado de nada que realmente possibilite a fazer uma resenha, vamos para a parte da teoria que possibilita a prática em fim. Resenhas apresentam algumas divisões que possuem relevância em nosso artigo de hoje, contudo daremos um trato especial dentro de um tipo específico, que é justamente o que mais nos interessa, a resenha acadêmica, que justamente esta apresenta moldes bem rígidos por geralmente ser um texto subsidiado pelo padrão de textos científicos. Este é justamente o tipo de resenha que geralmente desenvolveremos em nossas aulas de publicidade e propaganda da FAPAN quando solicitado. A resenha acadêmica pode ser dividida em três sub categorias: critica, descritiva e temática. Vamos pincelar cada uma delas.

A resenha critica apresenta basicamente oito passos para ser considerada completa:

  • Identificar a obra – Sempre coloque os dados bibliográficos do livro, obra, filme, musica e etc que você irá resenhar.

  • Apresente a obra – Revele de forma breve e sucinta ao leitor da resenha o que será alvo do texto, fale de forma direta e em poucas linhas de forma resumitiva sobre a obra, situando-o.

  • Descreva a estrutura – Fale de forma bem breve sobre a estrutura da obra, se é simples, dividida em capítulos, em temas e etc, sendo bem breve realmente.

  • Descreva o conteúdo – Fale um pouco em no máximo três parágrafos, ou em apenas um sobre o que o texto trata, visto que deve-se neste momento observar também o volume pretendido da resenha, devendo este passo ser diretamente proporcional.

  • Analise de forma critica -Nessa parte, e apenas nessa parte, você vai dar sua opinião. Argumente baseando-se em teorias de outros autores, fazendo comparações ou até mesmo utilizando-se de explicações que foram dadas em aula. É difícil encontrarmos resenhas que utilizam mais de 3 parágrafos para isso, porém não há um limite estabelecido. Dê asas ao seu senso crítico.

  • Recomende a obra – Agora que você leu, ouviu ou assistiu, é hora de perceber a quem se destina a obra, para quem ela é útil, isso se for útil para alguem e use elementos de analise como idade, grau de instrução, foco social e etc.

  • Identifique o autor – É para falar do autor da obra e não da resenha, no caso você. Seja breve e sucinto(a), e de forma mais breve ainda site outras obras ou textos do mesmo autor.

  • Identifique-se – Este é o momento de fazer referencia a você resenhista. Diga quem você é e o que faz, por exemplo: “Acauã Pyatã, aluno do curso de Comunicação Social com habilitação em Publicidade e Propaganda da Faculdade Pan Amazônica.”

Na resenha acadêmica descritiva os passos são os mesmos, observando-se apenas que se exclui o passo em que você analisa de forma critica, pois como nome já diz, o objetivo é apenas descrever a obra, não havendo necessidade de tecer criticas.

Na resenha temática a coisa se revela mais simples na produção, uma vez que ela é um conjunto de vários elementos que abordam um mesmo tema, sejam eles filmes, livros, textos científicos, revistas, fotografias e etc. Todos voltados ao mesmo tema. Apresenta cinco passos simples:

  • Apresente o tema – Fale do tema principal a dos textos e elementos utilizados como base da resenha e qual o motivo de você ter decidido tratar do assunto geral em comum.

  • Resuma os textos – Faça resumos de cada elemento utilizado, diga logo de inicio quem é o autor e o que ele aborda acerca do tema geral.

  • Conclua – Uma vez falando sobre cada elemento alvo da resenha, é sua vez de faze rum arremate final e encaminhar a conclusão da resenha.

  • Indique as fontes – Indique os meios pelos quais você encontrou as informações, dados bibliográficos, endereços de sites, nomes de pessoas que opinarão e etc.

  • Assine e identifique-se – Este passo vocês já conhecem.

Faze ruma resenha para alguns agora pode parecer algo simples, para outros ainda um verdadeiro tabu, contudo deve-se tomar cuidado com resenhas, pois se para um grupo considerável de pessoas sua opinião for muito válida, ou o que você escreve certas vezes é acatado, pode fazer com quem um livro fique pegando teia de aranha nas prateleiras da biblioteca da FAPAN ou um filme seja tido como um fracasso antes mesmo de ser assistido.

Resenhas são um guinha excelente para apreciadores de artes, cinema, leitura e também uma forma bem pratica de expor conteúdos de forma resumitiva de livros indicados em nossas aulas na FAPAN. Agora é por a mão na massa e sem mais duvidas ir ler as apostilas de Homem e Sociedade e Teoria da Comunicação e ir fazer as resenhas solicitadas. Abraços e até a próxima!

Fonte: http://www.lendo.org/como-fazer-uma-resenha/

Anúncios

Ações

Information

One response

14 03 2010
Symplycyo

Boa noite…Obrigada ajudou muitooo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: