Para lavar a alma… um banho de cerveja

13 03 2009

Por Acauã Pyatã.

Calma… calma, sei que teve gente ai que se empolgou e que sentiu o cheiro do álcool de longe, mas este artigo não tem o objetivo de tratar diretamente da cerveja como objeto de farra (risos), mas como objeto de publicidade, como um produto. Todos nós diariamente podemos acompanhar várias propagandas de cervejas nos veículos de mídia, Bramah, Cerpa, Skol, Kaiser, Bohemia e por ai vai, e todos nós já estamos cansados de perceber e saber a forma com que tais anúncios são feitos, sempre com aquele apela sexual, então como diria o professor Alexandre Anaisse, vamos segmentar o típico comercial de cerveja brasileiro e paraense:

  1. Segmentação demográfica por gênero: Masculino.
  2. Segmentação demográfica por idade: A partir dos 18.
  3. Segmentação psicográfica comportamental: maníacos tarados e pessoas com hábitos e vícios.

Essa é a segmentação básica, que me vem na mente no momento, como estudante do primeiro semestre do curso não tenho muito recurso teórico ainda, mas os colegas mais avançados podem comentar complementando o artigo (risos). Se fossemos traçar um briefing básico do mesmo tipo de propaganda seria entre outras palavras, a grosso modo mais ou menos assim:

  1. Publico alvo: Homens tarados.
  2. Instrumentos de mídia: Tv, rádio, jornais, internet, outdoor, bus door e etc.
  3. Objetivo: Fazer as pessoas beberem e beberem.
  4. Idéia principal: Que a vida é um bacanal e uma aventura constante.
  5. Estratégia: Imputar a idéia que o ser que bebe cerveja mesmo que seja baixinho, careca e gordo (Kaiser), pode se rum pegador, porque cerveja é associado ao signo de mulheres que te servem e submetem-se a você e suas insanas fantasias alcoólicas. Ou seja, a vida é uma orgia.
  6. Resultado: Nos chamam de idiotas acéfalos, e o pior, a gente ainda cai.

Podemos perceber que muita coisa esta inserida na produção dos anúncios e propagandas de cerveja, muita coisa mesmo, menos idéias criativas. A forma brasileira de se promover propaganda de cerveja além de algo tosco, é sempre repetitivo, e isto é muito bom, porque meu caro colega, isso nos ensina exatamente o que não fazer como futuros publicitários, ou seja, não subestimar a inteligência do consumidor.

O objetivo deste artigo na verdade não é falar mau das propagandas de cerveja, pois elas por si só já falam por si (risos), mas mostrar que existe vida inteligente nas propagandas de cerveja, e ao contrario das verdadeiras garfes publicitárias (a Cerpa que o diga), pode-se fazer propaganda de cerveja inteligente e criativa, de forma a se muito mais efetiva ao consumidor do que as que somos submetidos em nossa realidade regional e nacional. Para tal fim, pesquisei na internet algumas propagandas de cerveja interessantes e disponibilizei aqui, para que possamos somar elas ao nosso portfólio mental, a nosso roteiro como boas idéias para futuros trabalho. Super abraço, e agora com vocês, as estrelas desse show:

Anúncios

Ações

Information

One response

1 04 2009
Rei Rum

É verdade na maioria das vezes,porém a skol ultimamente vem fazendo ótimas propagandas que fogem desse exteriotipo brasileiro de vender cerveja.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: